sexta-feira, 5 de agosto de 2011

João de Barro - Leandro Léo



O meu desafio é andar sozinho
Esperar no tempo os nossos destinos
Não olhar pra trás, esperar a paz
O que me traz
A ausência do seu olhar

Traz nas asas um novo dia
Me ensina a caminhar
Mesmo eu sendo menino aprendi

Oh meu Deus me traz de volta essa menina
Porque tudo que eu tenho é o seu amor
João de Barro eu te entendo agora
Por favor me ensine como guardar meu amor

Continuar...



 Meu sonho,
É o mesmo de quando criança...
Mudou o caminho,
Por sorte, entrei no alinho. 
 
Sinto falta do cheiro do antigo lar,
Do olhar do meu pai.
Da felicidade que tinha e não sabia,
Hoje sei. 
 
Sei que não existe
Família melhor ou pior...
Existem pessoas diferentes,
Mas que se amam intrinsecamente. 
 
Eu fiz o que toda criança faz:
Brincar.
Eu fui o que todo adolescente é:
Rebelde. 
 
Hoje eu faço poesia,
Rimo minha vida,
Decoro meu coração,
Me peço perdão. 
 
Entendo minha arte,
Sou chamada de "mãe".
Arrependo-me de ter dito
Poucos e longos "te amo".

Meu coração é apertadinho...
Bem no fundo do lago negro
Dos meus expressivos olhos,
Nada a tristeza, boia a solidão. 
 
Mesmo com minhas marcas...
Já decidi! Vou continuar...
Preciso continuar
Continuar a sonhar. 



 

((( Camila Senna )))




Caetano Veloso - "Sampa" - Arquivo - Trama/Radiola 13/10/08



Alguma coisa acontece no meu coração
Que só quando cruza a Ipiranga e a avenida São João
É que quando eu cheguei por aqui eu nada entendi
Da dura poesia concreta de tuas esquinas
Da deselegância discreta de tuas meninas

Ainda não havia para mim Rita Lee
A tua mais completa tradução
Alguma coisa acontece no meu coração
Que só quando cruza a Ipiranga e a avenida São João

Quando eu te encarei frente a frente não vi o meu rosto
Chamei de mau gosto o que vi, de mau gosto, mau gosto
É que Narciso acha feio o que não é espelho
E à mente apavora o que ainda não é mesmo velho
Nada do que não era antes quando não somos mutantes

E foste um difícil começo
Afasto o que não conheço
E quem vende outro sonho feliz de cidade
Aprende depressa a chamar-te de realidade
Porque és o avesso do avesso do avesso do avesso

Do povo oprimido nas filas, nas vilas, favelas
Da força da grana que ergue e destrói coisas belas
Da feia fumaça que sobe, apagando as estrelas
Eu vejo surgir teus poetas de campos, espaços
Tuas oficinas de florestas, teus deuses da chuva

Pan-Américas de Áfricas utópicas, túmulo do samba
Mais possível novo quilombo de Zumbi
E os novos baianos passeiam na tua garoa
E novos baianos te podem curtir numa boa



Bem-te-vi...


O pássaro bem-te-vi,
Não me viu...
Eu o vi, até o quis.
Quis ouvi-lo,
Quis estar a voar...
Sem tino,
Perdida,
E sem horas para chegar.
((( Camila Senna )))

domingo, 31 de julho de 2011

Tive sorte...

CAMILA SENNA

Nos descaminhos da vida tiveram espinhos...
E sozinha me deparei com moinhos e sai do alinho.
Mas tive a sorte de encontrar alguém sincero que por
mim tinha esmero...
E pelas estações da vida, fui galgando e sonhando, 
Com meu coração vibrando, buscando a utopia real que é celestial.
E o que era controverso, virou verso,
Poesia que encanta e os males espanta.
E em todas as alvoradas me torno sua eterna
namorada...
Nossa essência é divina, me pego a sorrir feito menina,
Que cresceu fortalecida.


((( Camila Senna )))

Sol a brilhar no meu caminhar...


Amanheci querendo mais de mim, da vida...
Fiquei na ponta dos pés ousando tocar as nuvens...
O céu disse: "vai menina, você pode tudo que sonhar, basta somente acreditar".
Quis flutuar e o vento me disse: "tire de dentro de ti tudo que lhe pese a alma que conseguirás".
Quis atravessar para em outra rua da minha vida chegar...
Então o sol me disse: "sonhe alto mais com os pés nos chão
que eu te mostro o caminho, e amanhã estou eu de novo a brilhar no seu caminhar".


((( Camila Senna )))

Irá chegar...


Felicidade venha me visitar...
E de uma vez por todas me fazer aflorar.
Meu espírito inquieto está...
A agonia toma conta da minha alegria.
Essa melancolia há de passar...
Preciso de forças para aguentar
Que o bom da vida irá chegar.


((( Camila Senna )))


É ser eterna...



Ser mãe é ser poeta...
Ser mãe é ser coragem...
Ser mãe é ser abrigo...
Ser mãe é enlouquecer...
Ser mãe é ser pai se for preciso...
Ser mãe é chorar de alegria...
Ser mãe é morrer de saudade...
Ser mãe é ser eterna...
Pois não a nada nesta vida, que as supera.

((( Camila Senna )))

Um dia...

 
 
O destino te trouxe pra mim...
Me fez ser tua sem ao menos planejar ser...
Me fez refém dessa paixão que virou amor... E por ser proibido virou prisão e solidão...
Um dia quem sabe nossas ruas voltem a se encontrar...
A vida é um mar de surpresas.
O tempo passa...
O inesperado acontece...
E o que tiver que ser, será. (Sempre será).

Não importa o tempo que passar a gente vai se encontrar...
E de uma vez selar aquilo que aberto ficou...


((( Camila Senna)))

Eles são incríveis...


Especiais eles são, dotados de pureza e sinceridade.
Olhar triste, pidão, carente...
Esperando no entanto só um “oi”.
Um sorriso...
Abraço? Ah, isso é o que eles mais gostam...
São carinhosos e desinteressados de coisas materiais.
O que eles curtem mesmo, é serem notados.
O que eles necessitam mesmo, é de afagos, atenção e respeito.
Se por um acaso da vida...
Encontrares com algum desses anjos...
Olhem os com apreço.
Se caso conheceres um não o despreze.
Ele sentirá através do seu olhar...
Porque são sensíveis e percebem quando não gostam deles.
Feliz é aquele que tem amor de um down é algo inexplicável.
Eles são incríveis, são verdadeiros...
Quando gostam, gostam mesmo!
Ao invés de excluir é dever nosso incluir.
Eles não são diferentes de outras crianças...
Muito pelo contrário, são crianças especiais.
Em que o “Pai” e a “Mãe” lutam pela igualdade social...
Pela inclusão, almejando ver seus anjos especiais galgando
e olhando para o mesmo horizonte que qualquer outra criança que a  sociedade “julga” ser normal.

Eu tive o amor de um down, e você?


(((Camila Senna)))



Lá vou eu...


Me despeço de ti, de mim...
O que foi saudade, vira maturidade...
A princesa,
Vira rainha.
A menina,
Vira mulher.
A bela continua bela...
A estrada turva com várias curvas permito-me passar...
Para outro estágio em minha vida chegar!...
Chegando! Lá vou eu em meu futuro brilhar.

((( Camila Senna )))




Te mostro o caminho...

CAMILA

Te chamo por sonhos...
Siga a trilha dos meus passos...
Decifrando-me o corpo me enchendo de paixão...
Vou me despir de tudo que seja casca...
Quero ter asas para em teus pensamentos voar e de uma vez habitar.
Me pegue em teus braços macios que eu te mostro o caminho...
Caminho esse que nunca mais se apagará...
Vem com tuas feras que eu te mostro vida bela...
Vem com teus desejos que eu te mostro o que te espera.

((( Camila Senna )))


É tanta gente...

Pessoas iracundas
Nesse mundo tão pequeno
De espíritos infecundos,
Que vivem a vida moribunda.

É tanta mágoa
Que só leva ao obscuro,
Bate a cara contra o muro
Caminhando para o impuro.

É tanto caso e descaso
Que te leva ao atraso,
Empatando tua vida te
Levando para o penhasco.

É tanto o murmurar
Com o muito que se tem,
Que o mendigo que não tem
Vai à forra com pão duro.

É tanta gente que
Diz ser descente,
E é tudo aparente,
Elas são é saliente.

É tanta gente que
Diz ter finura,
E não tem nem compostura,
Vivem a vida na frescura.


É tanta gente... 



(((Camila Senna)))

Gosto de ser eu....

   
Não tenho inveja de pessoas caladas demais,
Não me intriga o ar concentrado e ponderado demais.
Não desejo o seu eixo, gosto do meu!
Mais ainda... Gosto da minha essência.

Não sei ser calada,
Não sei olhar vazio,
Não sei chorar baixinho,
Não sei sorrir sem motivo.

Quando falo, falo com verdade.
Quando olho, olho com vontade.
Quando choro, choro um rio de água salgada!
Quando sorrio, é porque estou feliz e cheia de brio.


((( Camila Senna )))

Lua cheia...

 

O breu do meu olhar te espera chegar...
É noite de lua cheia.
Minha taça de vinho transborda de ansiedade de te ver.
Meu vinho tem o seu sabor...
Minha boca tem o seu calor...
Meu olfato sente seu cheiro selvagem.
Meu corpo esquentando a cada vez mais, meu vinho acabando... E onde estás?
Quando chegar não esqueça de me dar seu coração,
Pra da minha vida nunca mais sair não.
Vamos começar pelo vinho
E terminar em um lugar secreto...
Onde as estrelas possam nos iluminar,
Os anjos nos guardar,
O vento nos soprar,
O calor nos aquecer,
E o tempo nos resguardar.
Que é para sempre lado a lado caminharmos...
Como um só coração...
Como uma só alma...
Corações unidos pela força desse laço que é sagrado...
Vinho novo sempre, taça cheia sempre...

((( Camila Senna )))
 

É muito mais...

CAMILA SENNA

O trocar salivas, não é apenas um beijo.
Um beijo, não é apenas o trocar salivas.
É nossa língua fazendo amor.

((( Camila Senna )))


Saber de Uma Alma

Composição: Filipe Lua

Tomando forma e tamanho
Domando meus pensamentos
Eu me confundo e sonhos
Que me confudem ás vezes
Eu já to 'quite' na vida
To procurando a saída
Se existe sorte em viver
Azar é não morrer

Sim, a vida pode ser, pra você não saber
que há muito mais pra acontecer (2x)

Eu fui lá vender a minha alma que já está coberta pela paz
Eu fui lá vender a minha alma que já está coberta pela paz

Tomando forma e tamanho
Domando meus pensamentos
Eu me confundo e sonhos
Que me confudem ás vezes
Eu já to 'quite' na vida
To procurando a saída
Se existe sorte é viver
Azar é não morrer

Sim, a vida pode ser, pra você não saber
que há muito mais pra acontecer
Ahh..

Eu fui lá vender a minha alma que já está coberta pela paz (4x)

Que assim seja...

























Que o meu respirar livremente,
ninguém o tente sufocar.
Que o meu olhar forte para o mundo,
não o tentem findar.
Que o meu falar sem ensaiar,
ninguém o tente calar.
Que o meu sentir aguçado e sensível,
não o tentem enganar.
Que a auto-estima que eu conquistei,
ninguém a tente baixar.
Que a amizade sincera que tenho,
não a tentem comprar.
Que o meu agir impetuosamente,
ninguém o tente oprimir.
Que a alma desnuda que tenho
não a queiram vestir,
vesti-la de sujidade, fazendo ocultar
a nobreza em mim.
Que a liberdade que anseio a cada dia,
ninguém a tente impedir...
colocando espinhos nos meus caminhos...
e amarra nas minhas pernas.
Ainda que consigam, será por pouco tempo,
pois sempre haverá uma senda.
Que a paz que eu busco,
não ousem invadir.
Que a alegria que possuo,
ninguém a tente abater.
Que o amor que habita em mim,
sempre venha existir
se renovando a cada
alvorecer.


(((Camila Senna)))


O Sol raiava....

CAMILA SENNA

De dia as flores se abrem e os amores invadem.
A linda flor de cravo vermelha
Simbolizava o meu tema, que é fazer poema.
Sendo visitada pelo colibri do amor
Que delicadamente sugava o nectar da vida.
Estava inspirador ver a natureza ao meu favor.
O Sol esplendoroso raiava...
E as borboletas alegres contagiavam e despertavam a graça com vigor.
Lugar perfeito, emanava beleza natural, paz e encantamento.
E como instrumento de crescimento,
Eu alimentava minh' alma que sedenta de luz e amor estava.


((( Camila Senna )))

Alma de poetisa...


Meu olhar é forte
Meu falar também.
Minha personalidade, mais ainda.
Mas minha alma é de poetisa...
Sensível como uma flor...
Triste como o palhaço...
Melancólica como o amor.

((( Camila Senna )))



Pleno mar...


 Aqui estou eu a cantar que tudo vai recomeçar...
E dessa vez é pra ficar, ao seu lado pra te amar...
Eu me perco ao te achar, de desejo em pleno o mar.


(((Camila Senna )))


De frente pra lua...

 
Deito-me de frente pra lua me sentindo tão sozinha.
A rua vazia está e eu vagando por ela a me desesperar...
Corro depressa na ânsia de chegar e em teus braços me achar.
Mais me perco porque você não está...
Não sei o que fazer a não ser chorar...
Choro triste, dolorido, vazio no breu do meu olhar.
Fico a pensar... Onde possa estar?


((( Camila Senna )))


Incessante...




CAMILA SENNA


Tantas vidas,
caminhos, sonhos diferentes...
Mais a mesma busca incessante pela felicidade plena.
 
((( Camila Senna )))


Vagando...

 

Minha alma vaga no breu...
Os desamores da vida me fez ser sofrida...
Ah, quem dera fosse luz pra brilhar na sua Vida.


(((( Camila Senna ))))

Tudo que é forte...


CAMILA SENNA


Minha natureza precisa de tudo que é forte...
É ou não é?
Fica ou não fica?
Quer ou não quer?
Sou aos extremos do fio de cabelo, até o dedão do pé...
Minha natureza é assim... eu me entrego! 
 

((( Camila Senna ))))

Te amo e isso é pra sempre...

 

 Vento forte soprou em mim...
E com ele seu perfume me fez sentir.
Fechei os olhos, respirei fundo e abri meu coração.
Meu corpo desnudo estava e o vento com seu cheiro me acariciava...
Senti uma forte presença se aproximando, era você chegando!
Olhei fundo nos seus olhos para ver se ainda me via...
E pude crer que ainda estava em ti.
Seu sorriso inebria minha vida...
Suas mãos quentes me tocava me trazendo calma...
Sua presença emite raios luminosos irradiando por onde passa...
Encontro-me em êxtase.
Meu silêncio ficou escandaloso de tanta euforia.
A ventania parou... E mais intenso o nosso momento ficou...
As flores saíram para nos cumprimentar, o sol voltou a brilhar...
A vida que cinza estava, voltou a ser colorida...
Pulei no seu colo e de carinhos você me cobria...
Te fiz sentir o quanto te queria, o quanto te amava...
Senti o mesmo de você, que me arrepia...
Então te disse: te amo, e isso é pra sempre...
Você respondeu: o que depender de mim, será eterno...


((( Camila Senna )))

Eu Não Existo Sem Você...

Tom Jobim

Composição: Antonio Carlos Jobim / Vinicius de Moraes


Eu sei e você sabe, já que a vida quis assim
Que nada nesse mundo levará você de mim
Eu sei e você sabe que a distância não existe
Que todo grande amor
Só é bem grande se for triste
Por isso, meu amor
Não tenha medo de sofrer
Que todos os caminhos me encaminham pra você
Assim como o oceano
Só é belo com luar
Assim como a canção
Só tem razão se se cantar
Assim como uma nuvem
Só acontece se chover
Assim como o poeta
Só é grande se sofrer
Assim como viver
Sem ter amor não é viver
Não há você sem mim
E eu não existo sem você.
...