domingo, 31 de julho de 2011

De emocionar...

http://2.bp.blogspot.com/_U4w8AJEuEkM/TSXWYfLJJoI/AAAAAAAABjI/azb7YjynnbI/s1600/PEMBA%2B-%2Bnoite%2Bde%2Bluar%2Bna%2Bpraia%2Bdo%2BWimbe.jpg

Ao som de uma flauta doce me distancio da terra.
Minha alma se inunda de paz.
Me deixando levar por  movimentos suaves, 
Me dedico a lua.

Que como corpo celeste se insinua...
O céu azul da cor de anil se encontrava, 
E as estrelas que tem luz própria, me irradiava...
As minhas asas imaginárias estavam lá, prontas a voar.

Na essência daquela noite na relva quero me aprofundar.
A natureza é mesmo divina, me fez sentir um clima de emocionar.
E mais alto ainda eu queria voar.

Elevei meu pensamento que corria ingênuo pelo ar...
Recitei um verso dizendo: "ser infinito este luar".
Ah, como é bom flutuar.


(((Camila Senna )))

Nenhum comentário:

Postar um comentário